Blog Oficial Alemdii

Exames prontos e o diagnóstico – Retocolite Ulcerativa

Compartilhe essa publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Vou me curar? Não sei. Vou melhorar? Espero.

Após a aposentadoria,  faz 15 anos, e com os filhos criados, comecei a fazer exercícios. Corria, nadava e fazia musculação. Adorava aquela vida, mas tive que parar para ajudar a filha a tomar conta do neto por dois anos. Depois disto retomei os estudos só para meu prazer, fiz 10 pós até que…. só o fato de dirigir até o curso já me deixava exausta, desisti e fui viajar, após uma longa viagem – 30 dias no início de 2019,  começou uma diarreia intermitente, toma isto, toma aquilo, aquilo outro e nada, isto foi durante 15 dias. Não comia e só bebia soro, com medo. Nada adiantava.

Nenhum médico conseguia fazer ou diagnosticar nada, até que um gastro me pediu todos os exames, exames prontos e ele logo diagnosticou a RCU. Passei então a ser dependente do mesacol. Sim, houve uma melhora considerável, as diarreias diminuíram, no entanto a barriga vive inchada (parece que vai explodir), a ponto de dificultar a respiração, o cansaço não me abandona e tem dias que as dores no corpo me levam para a cama todo o tempo.

Como sou uma pessoa muito forte e não vivo reclamando, nem contando o que estou sentindo, a família esquece que estou incapacitada para viajar (e se precisar usar um banheiro no meio da estrada?), dançar (cadê disposição? Sair à noite, etc. É muito chato ter que ficar explicando que “eu não posso”. No entanto, continuo alegre, bem humorada e esperançosa, não faço disto uma guerra, não. Conheço meus limites, sei que o passado ativo, passou, e agradeço todos os dias ter condições de comprar os inúmeros remédios, poder fazer alimentação adequada e ter bons planos de saúde.

Vou me curar? Não sei. Vou melhorar? Espero.

Meu nome é Rita, moro no Rio de Janeiro, tenho 67 anos, tenho Retocolite Ulcerativa e sou aposentada. Meu perfil no Facebook @rita.nascimento.54 e no Instagram @rita.nascimento.54.

Conte sua história também!
Expressar tranquiliza-a-dor.
Compartilhe a sua história aqui.
Para ler os depoimentos clique aqui.

Publicações relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conte a sua história

Farmale é membro

Investidores Sociais

Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

NOSSAS REDES

Inscreva-se em nossa Newsletter

O conteúdo editorial do blog Farmale não apresenta nenhuma relação comercial com os investidores sociais do blog, assim como com a publicidade veiculada no site.

 O blog Farmale faz parte do projeto de comunicação da ALEMDII.

A informação contida neste blog está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso à Informação é um direito seu: Fique informado.

Tradução »

Doe sua história

Cadastre-se

E fique por dentro de nossas novidades!

Nós siga nas redes sociais e curta a página.

Área do usuário

Não possui uma conta?
Clique em registrar para se cadastrar.