Blog Oficial Alemdii

Medicamentos pelo SUS para doenças inflamatórias intestinais

Compartilhe essa publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Tratamento medicamentoso das DIIs no SUS

Toda pessoa que necessite de algum tratamento medicamentoso tem o direito de recebê-lo. Isso está incluído justamente no Direito à Saúde, previsto na Constituição Federal. Logicamente, há um bom senso: tem-se levado em conta a situação econômica do paciente e a indicação precisa por um médico devidamente habilitado para isso, entre outros fatores.
O Sistema Único de Saúde (SUS), que tem como princípio a universalidade, tenta efetuar o fornecimento gratuito e espontâneo das principais (senão de todas) drogas necessárias ao tratamento de grande parte das doenças. Assim, tendo a indicação médica para uso de determinado medicamento, na forma escrita (em formato de laudo médico e de receita médica) e exames que comprovem a doença, seu primeiro passo é comparecer ao SUS para solicitar o
tratamento.
Há uma lista de medicamentos de fornecimento espontâneo pelo SUS, editada em nível federal, ou seja, comum a todos os Estados do País. Porém, hoje é muito comum que cada Estado tenha também normas regionais e Programas Estaduais de Dispensação de Medicamentos, que incluam outras drogas nesse fornecimento.

Os Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas – PCDT

São documentos que estabelecem critérios para o diagnóstico da doença ou do agravo à saúde; o tratamento preconizado, com os medicamentos e demais produtos apropriados, quando couber; as posologias recomendadas; os mecanismos de controle clínico; e o acompanhamento e a verificação dos resultados terapêuticos, a serem seguidos pelos gestores do SUS. Devem ser baseados em evidência científica e considerar critérios de eficácia, segurança, efetividade e custo-efetividade das tecnologias recomendadas.

PCDT da Retocolite Ulcerativa: encurtador.com.br/fIU38

Medicamentos disponíveis de acordo com o PCDT:

  • Sulfasalazina
  • Mesalazina
  • Prednisona
  • Azatioprina
  • 6-mercaptopurina
  • Ciclosporina

PCDT Doença de Crohn: encurtador.com.br/elx03

Medicamentos disponíveis de acordo com o PCDT:

  • Sulfassalazina
  • Mesalazina
  • Hidrocortisona
  • Prednisona
  • Metilprednisolona
  • Metronidazol
  • Ciprofloxacino
  • Azatioprina
  • Metotrexato
  • Infliximabe
  • Adalimumabe
  • Certolizumabe pegol
  • Alopurinol

Fontes:
Cartilha dos Direitos e Responsabilidades dos Pacientes com DII
Ministério da Saúde

Visite aqui a página no Facebook, o Instagram Farmale e o Canal Farmale! Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog!
Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!
O Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento.
O Farmale é o blog oficial da ALEMDII – Associação do Leste Mineiro de Doenças Inflamatórias Intestinais

Publicações relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução »

Doe sua história

Cadastre-se

E fique por dentro de nossas novidades!

[sibwp_form id=2]

Nós siga nas redes sociais e curta a página.

Área do usuário

Não possui uma conta?
Clique em registrar para se cadastrar.