Blog Oficial Alemdii

Vacina Pfizer e BioNTech aprovada no Reino Unido, inclusive para imunodeprimidos

Compartilhe essa publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos para a Saúde do Reino Unido (MHRA) concedeu autorização temporária para uso emergencial da vacina BNT162b2, da Pfizer e BioNTech

Em comunicado, o governo britânico disse que os especialistas da agência regulatória de medicamentos do país, a MHRA, trabalharam na avaliação dos dados disponíveis sobre os testes com o imunizante desde outubro. As informações também foram avaliadas por um comitê independente, a Comissão para Medicamentos Humanos (CHM).

Sobre a Vacina BNT162b2 contra covid-19

Vacina da Pfizer contra Covid-19 usa tecnologia chamada de RNA mensageiro. Nesse caso, a vacina leva para o nosso organismo uma cópia de parte do código genético do vírus. É uma espécie de mensagem, uma receita para que nosso corpo produza uma proteína do vírus. A presença dessa proteína desencadeia a produção de anticorpos.

Como será a vacinação no Reino Unido

A distribuição dessa vacina no Reino Unido será priorizada de acordo com as populações identificadas em orientações do Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização.

  1. Residentes e cuidadores de idosos em casas de repouso (asilo)
  2. Indivíduos com 80 anos ou mais, assistentes sociais e agentes de saúde na linha de frente
  3. Indivíduos com 75 anos ou mais
  4. Indivíduos com 70 anos ou mais e indivíduos em extrema vulnerabilidade clínica* (menos gestantes e menores de 16 anos)
  5. Indivíduos com 65 anos ou mais
  6. Todos os indivíduos de 16 anos a 64 anos com condições clínicas subjacentes que os colocam em maior risco de desenvolver doença grave e mortalidade
  7. Indivíduos com 60 anos ou mais
  8. Indivíduos com 55 anos ou mais
  9. Indivíduos com 50 anos ou mais

*Indivíduos em extrema vulnerabilidade clínica estão descritos abaixo. Essas orientações sobre vacinação não incluem gestantes e indivíduos abaixo de 16 anos.

Definição de grupos em extrema vulnerabilidade clínica

Pessoas definidas em extrema vulnerabilidade clínica têm um risco muito alto de doença grave por coronavírus.

Pessoas com as seguintes condições são automaticamente consideradas de extrema vulnerabilidade clínica:

  • Receptores de transplante de órgãos sólidos
  • Pessoas com cânceres específicos:
    • Pessoas com câncer que estão em quimioterapia ativa
    • Pessoas com câncer de pulmão que estão passando por radioterapia radical
    • Pessoas com câncer de sangue ou medula óssea, como leucemia, linfoma ou mieloma que estão em qualquer fase de tratamento
    • Pessoas que têm imunoterapia ou outros tratamentos de anticorpos contínuos para o câncer
    • Pessoas com outros tratamentos de câncer direcionados que podem afetar o sistema imunológico, como inibidores de proteína quinase ou inibidores PARP
    • Pessoas que fizeram transplantes de medula óssea ou células-tronco nos últimos 6 meses ou que ainda estão tomando medicamentos imunossupressores.
  • Pessoas com condições respiratórias graves, incluindo fibrose cística, asma grave e doença pulmonar obstrutiva crônica grave (DPOC)
  • Pessoas com doenças raras que aumentam significativamente o risco de infecções (como imunodeficiência combinada grave (SCID), doença falciforme homozigota)
  • Pessoas em terapias de imunossupressão suficientes para aumentar significativamente o risco de infecção
  • Problemas com seu baço, por exemplo, esplenectomia (tendo seu baço removido)
  • Adultos com síndrome de Down
  • Adultos em diálise ou com doença renal crônica (estágio 5)
  • Mulheres que estão grávidas com doenças cardíacas significativas, congênitas ou adquiridas
  • Outras pessoas que também foram classificadas como extrema vulnerabilidade clínica, com base no julgamento clínico e na avaliação de suas necessidades. Clínicos e médicos hospitalares receberam orientações para apoiar essas decisões.

Revisor Colaborador:

Dr Anicet Okinga – youtube.com/c/DoutorOkinga

 Referências

Priority groups for coronavirus (COVID-19) vaccination: advice from the JCVI, 2 December 2020
Jornal Nacional G1
Diário do Nordeste 
Farmale – vacina-baseada-rna-mensageiro-contra-sars-cov-2/
GOV UK Priority groups for coronavirus (COVID-19) vaccination: advice from the JCVI, 2 December 2020

Leia mais sobre

Vacina baseada em RNA mensageiro contra SARS-CoV-2

Live Farmale com a Dra Marjorie Dulcine, Gerente Médica da Pfizer Brasil

 

Live Farmale com a Dra Cristina Borges

Publicações relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução »

Doe sua história

Cadastre-se

E fique por dentro de nossas novidades!

[sibwp_form id=2]

Nós siga nas redes sociais e curta a página.

Área do usuário

Não possui uma conta?
Clique em registrar para se cadastrar.